Fica / ou volta.

A – ” – Porque você bebe?”

B-  ” – Não gosto da realidade.”

A – “E porque fuma?”

B – “Mas eu não fumo, bom…não sempre.”

A – “Tá, mas porque?”

B – “Porque eu não gosto do vazio entre os meus dedos.”

A – “Porque você não segura minha mão?”

B – “Porque prefiro o vazio do que presença momentânea” 

A – “E quem disse que eu vou embora?”

B – ” E quem disse que vai ficar?” 

A – “Não custa arriscar.”

B – “Custa, e sai caro…”

A – “Mas porque não acredita?”

B – “Porque sei que é mentira, e antes que me pergunte o como eu sei, eu apenas sei.”

A – “Você sabe que eu vou perguntar mesmo você se negando a dar uma resposta.”

B – “Então vai.”

A – “Porque?”

B – “Por isso.”

A – “Que?”

B – “Você pergunta demais e faz de menos. Se fosse ficar, não perguntaria se eu quero segurar a sua mão, seguraria a minha sem falar nada. Não diria que iria ficar, apenas ficaria. Não acredito em gente que diz que vai ficar, acredito em gente que fica sem dizer nada.”

A – “E como eu vou saber se queres que eu fique?”

B –  “Eu dou os sinais, você não os enxerga.”

A – “Você nunca diz nada.”

B – “Você só escuta o que é dito em palavras. Eu olhei pra sua mão e larguei o cigarro, mas você não entendeu que eu estava abrindo espaço entre os meus dedos para que você colocasse os seus ali.”

A – “Eu vou embora e volto quando estiver pronto.”

B – “Pra que?”

A – “Pra ficar.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s