(Des)crever.

Eu escrevi poesias
Poemas
Canções
Bilhetes
Cartas (nunca entregues)
Dedicatória de livros não publicados
Escrevi despedidas
Escrevi reencontros
Escrevi amores
Desamores
Apegos
Desapegos
Escrevi segredos
Desejos
Escárnios
Cantigas
Contos
Encontros
Desencontros
Escrevi sobre meus medos
E também sobre ter coragem
Escrevi sobre tanta gente
Não leram
Escrevi sobre saudade
Escrevi sobre sentimentos bons
E ruins
E indefinitos
Escrevi quando quis falar
Escrevi quando precisava escutar
Escrevi porque me faz me sentir menos sozinha
Escrevi pra passar o tempo até ter companhia
Escrevi porque a poesia era tudo que eu tinha
Escrevi porque eu tive o que não quis
E quis o que não me quis de volta
E mais do que amor, paixão e borboletas no estômago e coisas do tipo
Eu escrevi sobre recíprocidade
Não adianta sentir por quem não sente de volta
Escrevi porque é o que eu aprendi sem ninguém me ensinar.
Escrevi pra, quem sabe, algum dia, me escrevam de volta.

Anúncios

Sobre meus medos

Eu sempre tive medo de sentimentos, fugindo de qualquer faísca de amor que aparecesse na minha frente, a solidão dói menos que um coração partido, pensava eu.

Mas nunca foi o amor que me assustou, nunca foram as tais borboletas no estomago e aquela saudadezinha pós-despedir, eu sempre tive medo de mim, de me ver vulnerável. Eu queria ser dura como uma pedra, eis que me avisaram, num velho ditado, que água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

Furei.

E isso me assusta, me dá vontade de sair correndo, fugir da tal água, outro’ra me dá vontade de mergulhar até me afogar, furar, quebrar, me vulnerabilizar.

Eu quero correr, mas quero ficar.

Eu quero fugir, mas quero me afogar.

Não se trata de se prender a algo, eu só quero uma liberdade condicional, e que no tempo livre, só o gaste comigo.

Não gosto da idéia de possessividade, a idéia de posse acorrenta, aprisiona.

Gosto da idéia de pessoas que se pertençam por livre e espontânea vontade, que estejam ali simplesmente por querer estar ali.

Eu gosto de ficar porque eu quero ficar.

Eu quero continuar aqui, querendo ficar.