Perder o medo do medo.

De todos os sentimentos, bons ou ruins, o medo sempre quer falar mais alto.
De todos os medos, o de me entregar grita, me assusta, me faz querer sair correndo.
Mas eu vou ficar aqui, silenciar
o medo, mostrar pelo uma vez que tem sentimentos que podem gritar mais alto que ele.
Preciso de coragem.
Coragem: Aquele impulso de seguir sem arquitetar todas as possibilidades de algo dar errado.
E que dê errado se for pra ser assim, mas que dessa vez, eu tente, que eu não fuja pela porta dos fundos.
E não, não se enganem, eu não falo de otimismo, eu penso em tudo que pode dar errado, mas eu vou, com medo, mas vou, se eu for correndo, quem sabe eu não deixo o medo pra trás?
Então é melhor eu correr, antes dele me alcançar.
O medo não me dá medo mais.
Não mais.

Anúncios