Cicatrizes

Eu durmo quando uns acordam. Eu acordo depois de muita gente. Eu sonho demais, mas quase não durmo. Eu penso demais, falo de menos.
Eu desmorono em silêncio, eu escondo minhas fraquezas, eu tenho muitas delas.
Eu tenho hábitos ruins e por muitas vezes são tais hábitos ruins que me tiram de um lugar pior ainda, de mim mesma.
Deveria ser ilegal essa coisa de fazer mal a si mesmo. Deveria ser ilegal fazer mal a qualquer pessoa.
Mas a gente faz, por orgulho ou por medo que, se não fizermos, farão com a gente.
A gente engole a seco o orgulho e vomita saudade.
De tanto orgulho ferido, orgulho que não me deixou falar, a desculpa que eu não soube pedir, a saudade que eu senti e não falei, agora a ferida sou eu. E eu demoro pra cicatrizar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s