Das coisas que me fazem escrever

(Texto de uns dias atrás, mas a situação a que eu escrevi não era tão diferente da atual)

Me disseram que eu levo jeito com as palavras, que eu me expresso com mais facilidade que grande parte das pessoas, sorri e agradeci, mesmo sabendo que eu só escrevo exatamente por não saber me expressar de outro jeito.
Eu não costumo ser o tipo de pessoa que não tem ninguém ao redor, que se isola, mas eu me sinto isolada a maior parte do tempo e isso mesmo cercada de pessoas, e não é por não gostar ou apreciar suas companhias, eu penas raramente me sinto no lugar que eu realmente estou em corpo presente.
Eu sou vagante, eu viajo, eu saio do lugar que eu estou, eu converso, eu dou risada, mas eu me sinto fora do ar, eu não estou ali, não de verdade.
É difícil explicar, e é por isso que eu escrevo.
Eu escrevo porque é onde eu me encontro comigo mesma
Eu escrevo porque falar alto não é tão fácil pra mim
E escrevo porque não sei lidar com sentimentos, então eu os canalizo pra um caderno, um blog pessoal, algum lugar que eu expresse tudo aquilo do jeito que “eu sei me expressar”
Eu acredito na teoria de que as pessoas relacionadas a escrita (ao menos a grande parte delas), sejam poetas renomados, escritores de internet ou de bloco de notas, escrevem pra desatar nós da garganta.
Não é e nunca foi uma questão de ego, muito menos de romantizar o cotidiano, eu escrevo porque é a única forma que eu encontrei de sobreviver nesse mundo e que o “meu mundo” sobreviva a mim.
Eu escrevo porque observo, e só quem é extremamente observador e detalhista sabe o que é reparar num tom de voz sutilmente mais rude do que de costume, e saber que não faz diferença pra ninguém ao redor, e eu preciso colocar todas essas observações em algum lugar.
E eu escrevo porque é minha forma de encarar melhor as coisas, de ver de fora e tentar ver algum sentido naquilo tudo.
E um dos principais motivos que eu escrevo é porque eu nunca me esqueço.
Eu lembro do que me falam anos depois, nas mesmas palavras que foram ditas, e eu acumulo tudo dentro de mim, coisas boas e coisas ruins. Coisas boas que eu sei que não voltam mais e coisas ruins que eu queria que existisse uma função no nosso cérebro que deletasse com um “click”, mas não acontece. E eu preciso fazer alguma coisa com esse monte de memória, e eu eternizo-as, no plano-físico, pra, mesmo que metafóricamente, as tire da minha cabeça e coloque-as em outro lugar.
Eu escrevo porque eu aprecio a solidão, não no sentido de não gostar de outras pessoas, mas de me obrigar a ser uma companhia agradável pra mim mesma e saber que eu só consigo pensar e realmente entender algo quando não há mais ninguém além de mim e uma tela/folha pra eu exorcizar os demônios de mim. E eu me sinto menos só quando escrevo.
No exato momento que escrevi tudo isso, minha companhia se resume a um CD riscado do The Doors tocando no fundo e uma xicara de café e esse amontoado de pensamentos que eu não consigo canalizar de outra forma. A solidão é uma benção e um fardo.
Eu escrevo porque eu sinto em excesso.
Eu escrevo porque é minha válvula de escape.
No fundo, o único som que me acompanha é People Are Strange, e curiosamente, um dos motivos de eu escrever é não entender as pessoas. Não digo individualmente, existe algumas pessoas que eu entendo, mas coletivamente, eu não as entendo, as pessoas continuam estranhas.
E eu não me atrevo a tentar entender, me limito a escrever sobre meus excessos e minhas faltas.
Eu escrevo sobre as coisas que me faltam, pessoas que já se foram e é a forma que eu encontrei de eternizar o efêmero: Em poesia.

Anúncios

Um comentário em “Das coisas que me fazem escrever

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s